Capacitação de Coros

__

Sente a História – Ação Promocional “Música & Património” tem como diretrizes globais o desenvolvimento de novas abordagens e a prospecção e projeção de novos talentos. É o caso desta medida de capacitação, dirigida aos coros do Alto Minho.

À semelhança das bandas filarmónicas, uma parte dos membros dos coros do Alto Minho são amadores contudo, jovens músicos, com uma crescente formação musical, e até músicos e cantores profissionais, também integram estes coletivos.

Assim, seguindo um dos racionais do Sente a História – novas abordagens – insere-se nesta medida a encomenda de obras corais inspiradas nas lendas do Alto Minho que serão estreadas em concertos do programa e que serão editadas em CD em 2019.

Seguindo outro racional do projeto – novos talentos – o programa prevê um intenso calendário de capacitação para coros, a desenvolver por um staff altamente qualificado em sessões itinerantes por varias localidades e coros altominhotos entre os meses de Outubro e Novembro de 2018.

Corolário da Capacitação de Coros do Sente a História e respondendo aos dois racionais já referidos é a criação do Coro Intermunicipal. Estrutura na qual poderão participar coralistas vindos de todos os coros da região, em regime de voluntariado, com o objetivo de interpretar obras de grande fôlego. Este grande côro, dará 3 concertos ao longo do nosso programa: a 6 e 7 de Dezembro, para interpretar e célebre Missa Tango de Luis Bacalov e, no encerramento do projeto, a 20 de Julho de 2019 em Paredes de Coura, interpretará as 10 canções das lendas e o Hino do Alto Minho-